À minha turma

Olá, jardim!

Enfim, estou de férias, formada e feliz! Glória a Deus!!! \o/

Essa semana, peguei as notas e, ontem, finalmente entreguei a minha monografia:
A Expressividade Estilística em Marisa Monte. Não teve defesa, só a revisão e a avaliação do trabalho escrito, que foi aprovado com êxito, graças a Deus!

Quinta-feira, foi a despedida oficial da minha turma, que agora leva o nome de
Turma Professora Roberta Barros da Fonseca, nossa querida e exemplar professora de Língua Inglesa. Fizemos um café da manhã e um amigo oculto, e foi tudo lindo, emocionante, e recheado de lágrimas e sorrisos.

Eu havia escrito um texto para eles e li antes do amigo oculto, em meio a lágrimas e soluços, meus e de todos. Quando terminei, ganhei uma porção de abraços e agradecimentos, foi um momento lindo e único, o mais emocionante de todos esses anos da faculdade... Pelo menos, até a formatura. rs


Eu sou uma pessoa cheia de saudades. Sinto saudades da minha infância, das minhas professoras do primário, de jogar queimada e andar de bicicleta a tarde toda. Tenho saudades do meu ensino médio, e de tudo o que eu vivi naquela época. E, hoje, sei que vou morrer de saudades de vocês.

Vou sentir saudades da Heloína, sempre tão atenciosa e prestativa. Do Sleman, sempre sorridente e com uma palavra amiga no momento certo. Vou sentir saudades da Flavinha, com seu jeitinho tranqüilo e meigo de todos os dias. Da Laura, quietinha e observadora. Da Andréia, com seu bom humor e suas piadinhas. Do Tiago (e da chapinha dele, rs), sempre bondoso e prestativo.

Vou morrer de saudades do meu quarteto Fantástico: da doçura, da meiguice e dos olhos azuis tão compreensivos da Andrea. Da sensibilidade, da determinação e do jeitinho de falar da Mari. Da Virgínia, minha companheira de todos os trabalhos e todos os momentos, que cresceu tanto e me ajudou a crescer também. Agradeço a vocês três por todas as conversas, lágrimas e sorrisos que compartilhamos. Levarei vocês comigo para sempre, dentro do meu coração.

Vou sentir saudades da Leid, uma menina mulher linda e dedicada. Dos cachinhos da Vívian, sempre tão elegante e linda. Da Rosinha, com seus sorrisos sinceros e sua energia contagiante, agora, em dose dupla, rs. Da Monalisa, com seu inglês lindo, que dá vontade de ficar ouvindo e ouvindo. Da Ellen, sempre esforçada e estudiosa.

Vou sentir saudades do Leandro, o amigo de todos, sempre pronto a ajudar. Da Evelyn, com suas pérolas e seu gosto musical apurado. Da voz, da postura e da delicadeza da Rosana.

Vou sentir saudades de mim mesma, do que fui e do que aprendi enquanto estive com vocês, mas o que eu mais vou sentir saudades é de nós todos juntos.

Isabel Damasceno.

5 comentários:

Débora Leite disse...

Lindoooo, amiga!
Minha escritora preferida!!!

Amo ti, quati!

beijos

Felipe Fagundes disse...

Esses textos meio que despedidas são emocionantes, é uma parte da gente que fica pra trás mas pelo menos há uma parte que sempre levamos com a gente, aí compensa.

O título da sua monografia foi muito chique! Acompanho o blog há pouco tempo... qual era o seu curso?

Boas férias!

Isabel disse...

É verdade, Felipe... Tem uma frase que diz que "A saudade é a maior prova de que o passado valeu a pena." E valeu mesmo!

Obrigada pelo 'chique'! hehe
Eu fiz Letras, e a minha monografia foi uma mistura de todas as áreas da Língua Portuguesa, com uma pitada de Literatura. Analisei a Estilística fonológica, morfológica e sintática a partir de algumas canções da Marisa. Deu um trabalhão, mas ficou do jeitinho que eu queria ;)

Cíntia Mara disse...

Que lindo!

Parabéns :) A sensação de "terminei" é ótima, né?

Bananal, my history, my city, my life. disse...

Dear Isabel,

I was touched by your beautiful words. It was a great honor to teach and learn with all of you. You all look beautiful in the pic.
Thank you again for the great honor to represent your class. My love to you and all.
Roberta

Design by Blogger Templates